7 pontos para pensar antes de mudar de emprego

July 23, 2019

 

 

 

 

Mudar de emprego tem sido uma decisão mais recorrente do que se imagina. Dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) mostram que em 2016, a saída voluntária de colaboradores das organizações no Brasil alcançou uma taxa média de 24%. Mas por que as pessoas estão infelizes no trabalho?

Um estudo da Page Personnel mostra os motivos mais comuns para que alguém peça demissão, são eles:

  1. Recebeu uma proposta melhor de trabalho - 22%

  2. Faltava planejamento ou tinha gestão mal estruturada na empresa que trabalhava - 21%

  3. Sentia-se estagnado na função que exercia - 18%

  4. Sentia que não era reconhecido na empresa - 15%

  5. Sentia-se desmotivado no cargo em que estava - 14%

  6. Faltava feedback da liderança ou gestor - 14%

  7. Sentia-se insatisfeito com a remuneração que recebia - 9%

  8. Virou um empreendedor - 5%

  9. Era cobrado por qualificações não oferecidas em treinamentos - 4%

  10. Considerava os benefícios insuficientes - 3%

  11. Faltava tempo para a família - 2%

Independente do motivo para que alguém peça demissão, antes de dar este passo importante vale respirar fundo e avaliar se realmente sair do trabalho é a melhor decisão. Se você está neste momento, confira 7 pontos de atenção antes de mudar de emprego:

 

 

1. Sua carreira evoluiu ou você não consegue sair do lugar?


Você está no mesmo cargo há anos ou acha que a empresa parou no tempo? Se você não sente que está aprendendo algo novo ou se a rotina está te incomodando de forma exagerada, pare tudo e reavalie seu propósito (veja o próximo item).

 

2. O que te move? Qual o seu propósito?

 

Antes de qualquer mudança radical, você precisa saber o que te move. O que você faz com maestria? Qual é o seu propósito? A resposta desta pergunta será a sua bússola para entender em qual direção seguir. Que fique claro: mudar de emprego nem sempre será a única alternativa. Já em outros alguns casos, apenas mudar de função não vai resolver o problema, em outros, a mudança precisará ser mais profunda. Então prepare-se para uma imersão em si mesmo.

 

3. Você planejou seu próximo passo?

 

Consciente de seu propósito você estará pronto para planejar os próximos passos. Se a mudança de emprego realmente é uma decisão necessária, você precisa começar a se movimentar para que seu objetivo seja alcançado. Se você decidiu montar seu próprio negócio parta de um modelo como este e fale com pessoas de confiança para serem seus mentores.

 

4. Além de salário, o que você mais valoriza no trabalho?

 

Não aceite nenhuma proposta de emprego apenas por salário. O mais importante é prestar atenção aos valores e princípios que ela pratica. Fale com pessoas que já trabalham lá ou use a internet para descobrir. Avaliações públicas feitas em sites como Love Mondays e Great Place to Work podem ajudar. No final, pergunte-se: esses valores combinam com os seus?

 

 

5. Não mude de emprego só porque está insatisfeito

 

Lembre-se que você deve monitorar seu novo objetivo de perto. Afinal não adianta ter um novo desafio, se ele não vai te satisfaz ou se você logo vai ‘cair na rotina’ de novo. Tenha objetivos claros ao mudar de emprego: estudar uma nova área, aprender uma nova função ou simplesmente conhecer novas possibilidades, mas que vão te levar a algum lugar.

 

6. Com quem você quer trabalhar? 

 

O que te incomoda na sua empresa atual? Um chefe autoritário? Processos mal feitos? Pessoas acomodadas? Procure um novo desafio que te dê a oportunidade de trabalhar com pessoas que te inspiram. Mas lembre-se de equilibrar estas expectativas no novo trabalho. Entenda que não é possível resolver todos os problemas do mundo ao trocar de empresa e cuidado para não se decepcionar. 

 

7. Que tipo de reconhecimento você busca? 

 

Quem não passou a odiar o famoso ‘tapinha nas costas’ quando a promoção ou o aumento tão esperado foi adiado? Por outro lado, apenas receber mais dinheiro não resolve quando a empresa se perdeu em seus objetivos ou quando o clima organizacional é péssimo, por exemplo. Que tipo de reconhecimento você busca? Pergunte ao seu futuro empregador quais são os processos de feedback, como funcionam as promoções, avaliações de desempenho ou por PDI - Plano de Desenvolvimento Individual.

 

Ainda está em dúvida? Separamos para você um teste interessante que pode ajudar a tomar sua decisão: https://revistamelhor.com.br/esta-na-hora-de-mudar-de-emprego-faca-o-teste-e-confira/

 

Você se sente confiante para dar este passo importante na sua vida?

 

Compartilhe nos comentários ou fale com a gente!

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O preço que você está pagando por suas escolhas está valendo a pena?

June 24, 2019

1/2
Please reload

Posts Recentes