O que o espaço da sua casa diz sobre você?

July 10, 2020

“Não repara na bagunça!” 

 

Com certeza você já ouviu muito essa frase. Mas você sabe o que ela representa para a sua vida?

 

Estudos mostram que existe uma relação entre o descuido com a casa e a saúde mental.

 

Segundo a revista especializada Journal of Environmental Psychology, a maioria das pessoas com dificuldades de enxergar sensações positivas em seu lar também possuem baixos índices de bem-estar e problemas em seus relacionamentos.

 

Pois é, assim como a nossa casa merece uma “faxina” de vez em quando, a nossa mente também precisa de uma “limpezinha”. Sabe aqueles sentimentos que você vai guardando lá no fundo do “baú”?

 

Pois é, precisamos olhar com amor para esses sentimentos e organizá-los de forma consciente para poder dar significado a eles.

Aprender a arrumar a sua casa e os seus sentimentos vai ser essencial para começar a nossa própria transformação.

 

 

O que a felicidade tem a ver com minha casa?

 

 

“Comece arrumando a cama todos os dias pela manhã”, disse o almirante William McRaven, comandante da SEAL (tropa de elite americana da Marinha) em seu famoso discurso na Universidade do Texas.

 

Mas por que esta tarefa, aparentemente fácil, é tão importante no treinamento da Marinha americana?

 

É muito simples: se você arruma sua cama pela manhã significa que já cumpriu pelo menos uma tarefa do seu dia. Afinal, se você tiver um dia ruim, pelo menos chegará em casa para dormir em uma cama arrumada. “Uma cama organizada traz a esperança de que amanhã será melhor”.

 

Arrumar a própria cama nos ensina muito a ter disciplina, ser positivo, e a olhar com amor para as nossas emoções. 

 

Arrumar a cama significa vencer a batalha contra a parte de você que diz que “tanto faz”. 

 

Arrumar a cama é o primeiro passo para você sair da sua zona de conforto, de se preparar para ganhar o seu dia e treinar a sua mente para começar a transformação. 

 

Vença o que você pode vencer, mesmo que, no início pareça algo pequeno e insignificante. 

 

Acredite, você vai se surpreender e sem perceber fará coisas inacreditáveis (na sua casa e na sua vida)! 

 

Como criar um ambiente saudável para a sua mente?

 

Em tempos de pandemia e confinamento, a nossa casa pode nos despertar múltiplos sentimentos. Aliás, o que você sente quando está na sua casa? 

 

Se você se sente cercado pela desordem e procrastina a “arrumança” no armário, saiba que isso também pode afetar o seu bem-estar mental. 

 

Segundo Murilo Carvalho Lobato, psiquiatra do Instituto Castro e Santos, em Brasília, a construção do ambiente é um reflexo da natureza psíquica. Então, se você está com a mente desorganizada, ela reflete em um ambiente caótico também.

 

Comece a se perguntar: o que aconteceu no seu dia (ou no seu passado) para que você não consiga quebrar o hábito da desordem? Os objetos que estão na sua casa ainda fazem sentido no seu contexto de vida? Você se sente feliz ou triste? Será que existe alguma coisa te impedindo de receber coisas (e pessoas) novas? 

 

Às vezes com pequenos ajustes te ajudarão a criar uma nova rotina e potencializar a energia que você precisa para alcançar os objetivos da sua vida. Não se arrependa do que você não conseguiu, mude seu foco para o que vem pela frente. 

 

Desentulhe, crie novos espaços, invista em novas cores, compre um vaso novo ou pendure um quadro diferente. Você vai descobrir como a sua casa pode te ajudar a ser mais feliz! 

 

Sua casa em forma de história!

 

Você já entrou na casa de alguém e se sentiu alegre ou triste? Pois é, se “as paredes falassem”, elas diriam muito sobre quem mora nelas.

 

Quanto mais você se cerca de coisas que te fazem bem, mais você acorda bem-disposto e cheio de energia. 

 

Personalizar seu cantinho pode ser a coisa mais importante que você fará por você mesmo nesta pandemia!

 

É engraçado, como a gente consegue “imprimir” a nossa personalidade na nossa casa: fotos da família e dos amigos, por exemplo, registram os melhores momentos da nossa vida. 

 

Itens de decoração e peças nos trazem boas lembranças de uma viagem especial ou até mesmo papéis de parede contam aos outros nosso gosto divertido ou tradicional.

 

Muitos estudos comprovam que as plantas, por exemplo, além de melhorarem a qualidade do ar trazem uma sensação de calma. Já a luz natural alivia o estresse e a ansiedade, além de impulsionar o nosso humor e te faz poupar energia e dinheiro! 

 

Lembre-se: o seu lar é o lugar onde você se sente acolhido e confortável. Crie espaços de relaxamento, como o cantinho da leitura ou do “Netflix”, recheado de cobertinhas e almofadas ou uma cozinha equipada com seus temperos favoritos. Seja criativo - cada detalhe faz a diferença no dia a dia.

 

Aos poucos você criará um espaço que te ajudará a sorrir mais e a te trazer uma sensação de pertencimento genuíno e verdadeiro. Prepare-se para sentir o prazer daquele suspiro de chegar em casa e pensar “este é o meu verdadeiro lar!”

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O preço que você está pagando por suas escolhas está valendo a pena?

June 24, 2019

1/2
Please reload

Posts Recentes